VILLA SAVOYE

Arquiteto: Le Corbusier (Charles-Edouard Jeanneret-Gris, 1887-1965)

Local: Poissy (arredores de Paris)

Data: 1928-1929

MATERIAL COMPLEMENTAR

Gostou da Villa Savoye? Uma casa tão emblemática como essa é objeto de estudo de muitos arquitetos e historiadores pelo mundo afora. E se você quer saber um pouco mais sobre essa obra e o seu arquiteto fica de olho nesse material para seguir seus estudos!

CURIOSIDADES

- Poissy, a cidade onde se encontra a Villa Savoye fica a cerca de 30km de Paris e é bem fácil de chegar por meio de transporte público ou taxi. Então se for a Paris, vale a pena dar um pulinho até lá. Hoje a casa funciona como um museu e esta aberta a visitação, recebendo em torno de 30 mil pessoas por ano! Um baita ponto turístico hein!

- De acordo com relatos do próprio Le Corbusier, o cliente, Pierre Savoye, deu liberdade total para que o arquiteto criasse, não apresentando nenhuma ideia pré-concebida.

 

- A obra custou muito dinhero! Em torno de 900 mil francos. Não sabemos o valor convertido em reias hoje, mas em todas os registros da época, é considerado um valor bem alto!

- Nem tudo são flores na história dessa casa. A Villa Savoye ficou pronta em 1931. E já neste ano teve seu primeiro grande problema: a casa foi inundada! E teve a primeira restauração realizada com nova impermeabilização do terraço e nova pintura. A laje plana e sem cobertura era novidade e a tecnologia de impermeabilização ainda era bastante inadequada. Consta que a dona da casa, Emilie Savoye, teria enviado diversas cartas ao arquiteto pedindo ajuda, pois chovia na sala, no banheiro e nos quartos...

- A casa foi pouco a pouco deixada de ser utilizada pelos proprietários e muito se deve aos seus problemas de infiltração. Com a chegada da segunda guerra, ela passa a ser utilizada como celeiro. Em 1940 passa a ser utilizada pelas tropas alemãs, e em seguida, pelos aliados. Com o fim da guerra, a casa passa a ser utilizada como escola e sofre várias alterações com relação ao projeto original.

 

- Em 1958, a casa, bastante deteriorada, é comprada pela cidade de Poissy com a intensão de ser demolida e dar lugar a uma nova escola. Porém, com a mobilização de muitos arquitetos e artistas da época, a cidade de Poissy decide pela não demolição e transfere o domínio da casa para o Ministério da Cultura, ficando com parte do terreno para que fosse construído o Liceu.

 

- Em 1964 é declarada Monumento civil, com seu autor ainda vivo. E em 1965 é declarada monumento histórico e se inicia uma nova restauração para voltar a casa ao seu projeto original. Le Corbusier morre antes do fim da restauração, que é concluída  em 1967. Nesta primeira grande restauração as janelas de madeira são trocadas por janelas de alumínio.

- A propriedade ainda passa por duas outras restaurações: uma entre 1985 e 1993, onde a estrutura é reparada; e a outra entre 1996 e 1997, para adaptar a Villa à visitação pública, que havia começado em 1992.

- Le Corbusier também projetou vários móveis da casa.

MAIS FOTOS DA CASA

LIVROS SOBRE A CASA E O ARQUITETO

Quem quer saber um pouco mais sobre os pensamentos de Le Corbusier que levaram ao projeto da Villa Savoye não pode deixar de ler o livro de sua autoria intitulado Por uma arquitetura (Vers une architecture), publicado em 1923.

OUTRAS CASAS DO MESMO ARQUITETO

Villa Roche, 1925

Casa Curutchet, 1955