DECORAÇÃO COM SIGNIFICADO

Todos os dias somos bombardeados com imagens lindas de ambientes minuciosamente decorados e acreditamos que esta é a única decoração possível e que todo o resto é ausência de decoração. Pelas páginas da internet passeamos por ambiente dos mais sofisticados aos mais minimalistas, e achamos tudo lindo. Mas na hora que paramos para olhar a nossa casa parece que “ausência de decoração” é a única decoração que existe por ali. A gente olha a nossa casa e só vê um monte de coisa que não combina perfeitamente como nas revistas, parece mais um monte de recorte que a gente tenta fazer encaixar mas não encaixa muito bem. Quase nada foi planejado. Tudo resultou do tempo e das necessidades que foram aparecendo ao longo dos anos. Nada parece tão agradável, aconchegante e bonito quanto nas fotografias que vemos por aí...

Se reconheceu nessa situação?

Quem aqui já desejou mudar algo na casa, mas por mais que mude, nunca a casa parece decorada de fato? Talvez mudando a forma de olhar a decoração vamos entender que existe muito mais que beleza e belos móveis planejados em jogo. Existe uma coisinha tão importante quanto isso, ou até mais importante: a sensação de pertencimento! Ela é poderosa, e faz com que nos reconheçamos em um determinado lugar, faz com que tenhamos a sensação de que aquilo é nosso, e portanto nos deixa felizes e dispostos a cuidar daquele lugar!

Aqui no escritório Camila Nogueira Arquitetura e Design sempre partimos do princípio que a decoração ideal é aquela onde o dono se reconhece e cada coisa que está ali tem um porquê. É aquela decoração possível e acessível à cada um, que tem a cara de quem mora e que é feita de detalhes que fazem todo o sentido para quem vive ali!

Achou estranho? Ainda acha que a única decoração de verdade é aquela inteirinha planejada do zero e sente que nunca vai ter uma casa decorada de verdade? Deixa eu te contar um segredinho: ter uma casa bonita, que represente você e a sua família, aconchegante e agradável não necessariamente implica em grandes obras e gastos absurdos! E é bem mais possível que você imagina!

Partindo do princípio de que o bem-estar e a alegria de habitar um espaço agradável não estão diretamente ligados a tendências, objetos caros ou deixar a casa com aquela cara de casa de revista é que vamos começar a entender que a decoração é possível sim pra todo mundo. Aquela sensação gostosa de se reconhecer na sua casa, de receber uma visita e ela dizer que a sua casa tem a sua cara é muito mais uma atitude que a escolha de um estilo de decoração.

Numa busca simples pela internet encontramos vários conteúdos relacionados aos diferentes estilos de decoração e acabamos percebendo que nossa casa geralmente não se enquadra em nenhum dos estilos apresentados e isso nos faz pensar que nossa casa não tem personalidade. Mas vamos deixar essa ideia de lado e começar a pensar que estilos servem como referência e inspiração e para a sua casa ter personalidade ela precisa ter o seu estilo, e ele muito provavelmente não se limita a uma única definição pré-existente.

Então que tal fazer o exercício de abandonar a ideia de adotar um estilo na sua decoração e pensar de uma forma diferente: como decorar a sua casa, deixando ela cheia de significado para você? Como deixar a sua casa com a sua essência e como se reconhecer em cada cantinho dela? Como alcançar aquela tão sonhada sensação de chegar em casa e sentir que aquele pedacinho do mundo é seu?

Primeiro precisamos entender dois pontos importantíssimos sem os quais decoração nenhuma vai fazer sentido!

1. SE CONHEÇA! Parece meio óbvio, mas é sempre bom lembrar! A gente se conhece em diversos aspectos, mas será que conhece os espaços que gostamos e que achamos que tem a nossa cara? Então antes de começar a decorar, a trocar os móveis e mudar a cor das paredes, pare um minuto, pegue um papel e um lápis, ou abra um novo documento no seu computador ou celular e comece a anotar tudo que você gosta! Tudo que faz parte da sua vida! Não necessariamente coisas ligadas à decoração, ok?

Por exemplo, comece respondendo as seguintes perguntas: - Qual ou quais são suas cores favoritas? - Qual seu hobby? - O que você faz para descansar a cabeça? - Tem alguma coleção? - Gosta de bixos? De plantas? - Qual o filme e livro favoritos? - Qual a coisa que não poderia faltar na sua casa, no seu dia a dia? - Das coisas que vê na internet o que eu mais gosta? - Acumula muita coisa? - Tem manias? - Como é a rotina? - Recebe muitas visitas? Amigos? Parentes? - O que gosta de comer?

E por aí vai... Tente anotar o máximo de informações sobre você que conseguir. É um exercício bem legal e que já começa a nos indicar o que pode ser legal utilizar na decoração da casa!

2. SEGUIR OU NÃO SEGUIR TENDÊNCIAS? Antes de continuar a busca pela decoração ideal, precisamos desconstruir a ideia de que seguir a última tendência de decoração é a única forma de ter uma casa com decoração bacana. Tendências vão e vem, estão sempre mudando, trazendo coisas lindas e outras nem tanto, porém, não é a única forma de deixar a sua casa bonita e aconchegante.

Se você se reconhece em algumas tendências pode até segui-las, mas não apenas porque são tendências, e sim porque de alguma forma essa tendência reflete algo que existe em você. Um exemplo: você vê em todo blog de decoração que fazer uma parede de lousa é super bacana e descolado, as casas e bares mais estilosos tem uma lousa com artes incríveis e você resolve fazer uma também! E quando ela fica pronta, passa meses sem nada escrito, rabiscado ou desenhado. E sabe por quê? Olha só! Desenhar e escrever são coisas que não fazem parte do seu dia-a-dia! Você seguiu uma tendência, por ser tendência, mas que não reflete em nada o seu estilo, a sua personalidade.... Pode até ter ficado bonito, mas qual vai ser o sentido de ter uma parede de lousa que não é usada?

Então tenha sempre em mente que tendências são apenas referências, mas tudo bem se elas não servirem para você! O seu estilo é o que melhor vai servir!

Estes dois pontos são fundamentais se você pretende começar a deixar a sua casa com a sua cara, então não se esqueça deles!

Se reconheceu no que falamos aqui? Preparamos um material bem bacana com 16 dicas para deixar a sua casa do seu jeito, com o seu estilo! Porém, temos que lembrar que essas dicas não envolvem altos investimentos financeiros, mas algumas exigem investimento de tempo, cuidado e capricho. Se você está disposto a fazer estes investimentos pra ter uma casa com a sua cara, baixe nosso e-book gratuito e descubra uma nova forma de olhar para a decoração da sua casa!

Veja também:

Por que contratar um arquiteto?

Como escolher o arquiteto ideal pro seu projeto

Arquiteto ou engenheiro? Quais as diferenças?

Como é a sua casa dos sonhos?

Camila Nogueira Arquitetura e Design

Rua José de Moura Resende, 211 | Centro | Pompeia-SP

Tel  14 | 3535 0770

Cel 14 | 99605-1299

Acompanhe nas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - cinza Círculo

© 2016 by Camila Nogueira